segunda-feira, 15 abril 2024
Home Notícias Veja próximos passos da investigação do naufrágio em Madre de Deus; vítimas...

Veja próximos passos da investigação do naufrágio em Madre de Deus; vítimas podem acionar Justiça

Marinha e Polícia Civil instauraram inquéritos para apurar o acidente

Barco que afundou em Madre de Deus transportava mais do que o dobro da capacidade

encerramento das buscas por desaparecidos do naufrágio que aconteceu em Madre de Deus, no domingo (21), coincide com o início do processo que tentará definir quem são os culpados pelas oito vidas perdidas no acidente. A partir das investigações, a Marinha e a Polícia Civil vão produzir inquéritos distintos que deverão ser utilizados no processo judicial no futuro.

“A polícia está buscando por alguma conduta do ponto de vista criminal, enquanto isso, a Marinha instaurou um inquérito que é conduzido pela Capitania dos Portos da Bahia e encaminhado ao tribunal marítimo”, explica Zilan Costa e Silva, advogado especializado em direito marítimo e portuário.

Na prática, a polícia é responsável por investigar se a briga que ocorreu na embarcação causou o naufrágio, por exemplo. Já na seara da Capitania dos Portos, será investigado as condições de segurança do barco e do condutor. O inquérito sobre Acidentes e Fatos da Navegação (IAFN) já está em curso e tem prazo de 90 dias para ser concluído.

“O tribunal marítimo conta com a participação de advogados e nele será atribuída a responsabilidade pelo fato”, completa o advogado. Ao mesmo tempo, policiais da 17º Delegacia Territorial de Madre de Deus buscam imagens de câmeras de segurança e colhem depoimentos de testemunhas. Antes disso, os policiais civis realizaram perícia na embarcação.  As investigações são complementares.

Zilan Costa e Silva lembra ainda que os sobreviventes do acidente podem acionar a Justiça para cobrar indenização do proprietário do barco e condutor. A expectativa era que ele se apresentasse na delegacia em Madre de Deus para prestar depoimento na terça-feira (23). “O Ministério Público pode buscar a reparação criminal se entender que houve crime. Na esfera civil, as vítimas podem buscar reparação do seu prejuízo econômico”, completa.

 

Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 5)

Most Popular

Grande Inauguração: Depósito RM de Bebidas na Cidade Baixa de Salvador!

É com grande entusiasmo que anunciamos a tão aguardada inauguração do nosso novo depósito de bebidas, que será realizada no próximo dia 09 de...

CBF detalha data e horário do Ba-Vi da Copa do Nordeste

Confronto será disputado na Fonte Nova, com mando de campo do Bahia Bahia e Vitória vão se enfrentar na Copa do Nordeste pelo segundo Ba-Vi...

4ª Conferência Nacional de Cultura começa nesta segunda (4), com a presença do presidente Lula

Com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da ministra da Cultura, Margareth Menezes, o Ministério da Cultura (MinC) realiza a...

Afoxé Filhos de Gandhy: Celebra 75 anos

No dia 18 de fevereiro, o Largo do Pelourinho, em Salvador, foi palco de um evento histórico e marcante: o aniversário de 75 anos...

Recent Comments